siga por Email!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011



O Sonho do Capoeira

Uma coisa é certa, o que o Mestre Pastinha na sua ainda desconhecida sabedoria dizia: seu fim é inconcebível ao mais sábio dos mestres...!!
Há algumas semanas passadas (setembro 2011), estive em Teresina, Piauí, onde pude mais uma vez participar de um lindo evento, entre batizado, rodas, bate-papos e tanta coisa linda que rola num convívio entre os capoeiristas quando se encontram, teve um "Premio Mestre Albino" onde os alunos do Mestre que nomina o referido Prêmio, ou seja, o Mestre Albino, ofereceram um linda lembrança a diversas pessoas que foram por eles escolhidas por seu relevante contributo à capoeira, ao grupo, e à sociedade...
Na verdade essas coisas, embora sempre executadas com muita competência e amor pelos alunos do Grupo Escravos Brancos, não foram o que tornaram aquela ida a capital do Piauí uma coisa tão especial...
O que marcou fortemente a todos os que ali estiveram, foi a inauguração do Sítio adquirido pelo Mestre Albino e que ele generosamente compartilhou com seus amigos e camaradas que ali estiveram para o seu evento...
Também parece algo normal, quando visto apenas como um novo espaço onde o Mestre irá viver e conviver com sua família, seus alunos, seus discípulos, seus amigos e camaradas...
Mas, aos poucos, fui percebendo do que se tratava na verdade aquele novo espaço...!
Na medida em que íamos convivendo e conversando com o Albino e ele falando sobre seus planos para o lindíssimo lugar que instalou a sua nova casa, as coisas iam tomando uma dimensão totalmente inusitada...
Aquele lugar era um velho sonho do Mestre, que naquele momento estava se materializando!
Trata-se do local onde ele irá desenvolver importantes projetos, tais como um centro de treinamento e convivência, alojamentos, áreas de plantio de hortas e cereais, uma barragem adaptada para a piscicultura, quiosques sobre árvores, galinheiro, entre diversas coisas que ele entusiasmado ía nos informando e explicando...
Após alguns dias naquele convívio maravilhoso, comecei a perceber que o Mestre Albino não deixava de brilhar os seus olhos enquanto falava, com o entusiasmo de um menino, desenvolvia mentalmente seus projetos e todos os presentes iam se contagiando com a felicidade que falar daqueles projetos criava no Mestre...!
Foi aí que percebi que a capoeira naquele momento estava me trazendo outra grande lição!
Estava acontecendo na fala de Albino, que ele, diferentemente das pessoas "normais" ou seja, as não-capoeiristas, fazia planos a partir de seus ideais de capoeira, de seus sonhos com ela e nesses sonhos ele não estava só, nem por um segundo ele fazia planos para si mesmo!!
Então, cheguei a conclusão de que isso era a mais pura das energias da própria capoeira... Os verdadeiros capoeiristas não fazem planos para si mesmos!
Isso é a mais pura forma de generosidade!!
Isso é a capacidade de sonhar para si e para os outros...
Todos os planos e projetos que o Mestre Albino menciona tem uma destinação na qual muitas pessoas estão incluídas!
A capoeira nos ensina a partilhar até mesmo nossos sonhos!!
Essa capacidade é uma das mais incríveis coisas que já vi ser produzidas na prática e no mergulho para dentro da Capoeira!
Aprendemos a nos dar pela causa...
No início queremos aprender para ajudar a divulgar a capoeira.
Depois queremos nós mesmos divulga-la...
Depois nos tornamos pessoas - professores, instrutores, contra-mestres e mestres - que ajudam outras pessoas a divulgarem e a se tornarem parte da comunidade dos capoeiristas!!
Mais tarde lutamos pelo crescimento de nossos projetos e grupos dentro da capoeira... Junto às nossas famílias...
Depois, já mestres - acredito que muitos de nós - se tornam sonhadores e nos seus sonhos incluem a capoeira como forma de ajudar outras pessoas... alunos, amigos, discipulos, especiais, enfim, nos tornamos pessoas que compartilham seus sonhos!!!
Sonhos de capoeiristas, para a capoeira...
Sonhos de um amanhã povoado de alegrias, de união e de solidariedade!
Sonhos com a Capoeira!
Sonhos para a Capoeira!
Sonhos para nossa vida e tudo que nela conseguimos reunir, graças a união tão generosa que une todos nós...
e que pessoas como o Mestre Albino no ensinam, na sua dignidade, na sua integridade, na sua humildade, na sua generosidade, no compartilhar de seus sonhos!!
Sonho de liberdade, de igualdade, de irmandade!
Sonho de dias melhores, para nós e para todos os nossos irmãos...!
Sonho de felicidade, que temos como capoeiristas e que queremos compartilhar com nossos camaradas!!



2 comentários:

  1. Axé, mestre!!! Capoeira é isso mesmo um sonho que não deve ser sonhado por um e para apenas um, a Capoeira é infinita por que é cooperativa, se joga de dois, não há vencedor nem vencido... Há o que mostra, e o que aprende... Capoeira é infinita porque sonhos não tem fim, mesmo que passem a ser realidade. Meu sonho é que a Capoeira esteja na escola, ajudando na formação das crianças, junto delas a vida toda... Um dia nós conseguiremos isto. Viva os sonhos!

    ResponderExcluir